Últimas Notícias

9º Seminário Nacional de Perdas: programas de sucesso em redução de perdas são foco de painel no primeiro dia

O debate realizado nesta terça (18) durante o mais importante evento do Brasil sobre o tema destacou desafios, propostas e soluções na redução de perdas e melhor distribuição no saneamento.

“O objetivo desta apresentação é mostrar cases de companhias de água estadual, municipal e privada para entendermos e aprendemos como é possível o sucesso em redução de perdas em todas as esferas”. Com estas palavras, Luiz Pladevall, presidente da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental Seção São Paulo (ABES-SP), e diretor da CPS Engenharia fez a moderação do painel 2 do  9º Seminário Nacional de Gestão de Perdas e Eficiência Energética na tarde desta terça-feira, 18 de outubro. O evento, o mais importante sobre o tema no país, acontece de forma virtual, em plataforma exclusiva, até esta sexta (19).

O evento é uma realização conjunta da Câmara Técnica de Gestão de Perdas e Eficiência Energética da ABES-SP e da Câmara Nacional da Associação para esta temática estratégica. O conteúdo ficará disponível por 90 dias para os inscritos.

O painel foi apresentado por Ricardo Röver Machado, coordenador da Câmara Temática de Gestão de Perdas e Eficiência Energética da ABES e diretor da ABES-RS. Os palestrantes foram Alexandre Gomes, superintendente na Gerência de Desenvolvimento Operacional e Inovação Tecnológica da Saneago (Companhia Saneamento de Goiás S/A); Wilson Idalécio Pereira Junior, Gerente de Manutenção e Expansão da SAE (Superintendência de Águas e Esgoto) de Ituiutaba, Minas Gerais; e Anderson Rocha, superintendente de Distribuição, Coleta e Serviços do Grupo Águas do Brasil.

 

A primeira fala foi de Alexandre Gomes, fazendo um panorama das operações da Saneago, que atende em 225 dos 246 municípios de Goiás.Segundo seu relatório anual de sustentabilidade (saneago.com.br/#/noticia_interna/8487/3), divulgado em setembro último, a Saneago é considerada a “única companhia estadual com índice de perdas inferior a 30%, registrando apenas 27% no quesito”.

Dentre as ferramentas para essas melhorias estão a Instalação de Válvulas Redutoras de Pressão com Sistema DayNight, identificação e retirada de vazamentos visíveis e não visíveis, além de valorizar um elemento muito importante: o fator humano. “Desenvolvemos cinco ações para prevenção de perdas, sendo a primeira de todas a qualificação de nossos profissionais. Podemos afirmar que 90% do sucesso em redução de perdas está na capacitação e envolvimento de todos que atuam dentro da companhia, e isso vai desde a diretora até o operacional”, destacou. Os outros pontos desse programa de ações na Saneago são a micro e macromedição, a redução de pressão, e a gestão de vazamento e monitoramento de DMC (Distritos de Medição e Controle).

Wilson Junior, por sua vez, mostrou os índices de Ituiutaba, no interior de Minas Gerais, região considerada muito quente. “O combate das perdas, se não bem administrada, é como se fosse ‘enxugar gelo’. Ou seja, é preciso investir não apenas em tecnologia de ponta, mas também em recursos básicos, como o reparo de vazamentos, construção de novas adutoras e reservatórios setoriais, além de controle de corrosão e a qualificação de mão de obra”, afirmou.

O especialista destacou ainda a implementação e capacitação do CCO (Centro de Controle Operacional) para o controle ativo de pressão, além de um catálogo de fechamento e estanque de vazamentos. “Na nossa última pesquisa, em 2020, conseguimos o resultado de realizar a correção de mais de 600 vazamentos visíveis e não visíveis. Identificamos também hidrômetros com problemas, localizamos e corrigimos fraudes e furtos de água. Com isso, o índice de perdas foi de 39% para 33%”, disse.   

Por fim, Anderson Rocha, do GAB (Grupo Águas do Brasil), contou um pouco sobre a empresa privada, que atende 13 concessionárias, englobando São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Em 2017, foi criado o programa “Água de Valor”, premiado em 2020 pela Firjan (https://www.grupoaguasdobrasil.com.br/blog/programa-agua-de-valor-ganha-premio-firjan-ambiental-2020/) na categoria Águas e Efluentes.

O programa tem em seu escopo o objetivo de aumentar a eficiência dos sistemas de distribuição de água, reduzindo perdas e com o propósito em levar com excelência o abastecimento à população atual, sem prejudicar a garantia desse bem às gerações futuras. “Engajar as pessoas, realizar comitês e workshops com representantes de todas as concessionárias atendidas pelo Grupo Águas do Brasil, atualizar os cadastros da população atendida, além do monitoramento constante, prevenindo perdas, identificando problemas como fraudes e desgastes no sistema são alguns dos passos que trilhamos”, enfatizou Anderson Rocha, mostrando casos em duas cidades, Campos dos Goytacazes e Nova Friburgo.

Em números (Fonte: SNIS), o GAB em relação ao Brasil teve uma redução importante no quesito: em 2020, enquanto o índice nacional beirava 40,1% em perdas na distribuição, o Grupo ficou em 31,5%. E este ano, o número caiu para 31,1%. “A gestão envolve também monitorar as pessoas, por meio de grupos, canais de comunicação. Todos precisam vestir a camisa para reduzir ao máximo as perdas de água”, concluiu Anderson Rocha.

Após as apresentações, houve uma rodada de comentários e os participantes, via chat, puderam enviar as suas perguntas.

9º Seminário Nacional de Gestão de Perdas e Eficiência Energética, o maior evento sobre o tema no Brasil, traz especialistas de diversas áreas do saneamento do país para compartilhar conhecimentos e experiências práticas para o enfrentamento das perdas de água e a busca de eficiência energética nos sistemas de abastecimento.

O evento é composto de 6 painéis idealizados criteriosamente de modo a garantir a participação do público por meio perguntas aos palestrantes, reconhecidos expoentes nestas áreas de conhecimento, que apresentarão conteúdos teóricos e práticos.

 

7 Comentários em 9º Seminário Nacional de Perdas: programas de sucesso em redução de perdas são foco de painel no primeiro dia

Dicas, comentários e sugestões

Seu e-mail não será publicado.